O título parece estar sem sentido, certo? Apostamos que a primeira impressão ao ler foi imaginar que a ordem correta seria “Venda seu carro e relaxe”. Obviamente, a sensação positiva de ter realizado uma boa venda vem logo após a concretização do negócio, mas já é possível enfrentar este trabalhoso processo com toda calma desde o início. Portanto, vamos falar no post de hoje sobre com vender seu carro usado pode ser uma experiência segura e até tranquila.

Cenário

O mercado de compra e venda de carros usados está bastante aquecido em nosso país. Isso ocorre por alguns motivos como fim da redução do IPI, crise financeira – que afasta compradores dos altos preços dos carros zero quilômetro – e outros fatores. Podemos afirmar que se trata de um setor desafiador para os proprietários que se aventuram a vender seus carros, pois a demanda é grande dentro de um cenário bastante concorrido e movimentado. Apesar disso, muitas pessoas vão em busca de uma venda satisfatória e, por conta própria, dão início ao processo.

Existem diferentes maneiras para vender um carro usado ou seminovo. Desde os modelos mais antigos, como classificados impressos, até os novos leilões de internet, passando pela tradicional venda para concessionárias. A seguir, vamos detalhar os mais populares:

Venda seu carro – opções

Leilões Online

Você quer vender seu carro muito rápido? Esta é uma boa opção. Agora, você quer vender bem seu carro, ou seja, por um valor que julgue justo e te satisfaça? Então esta opção é inviável. Leilões, como o próprio nome sugere, representam uma maneira ágil na qual seu automóvel receberá algumas ofertas em um curto espaço de tempo e, certamente, nenhuma o deixará satisfeito. É um negócio tratado com urgência e pouca compensação financeira.

Concessionárias

A venda direta para concessionárias, seja especializada em seminovos e usados ou tradicionais montadoras, tem algumas semelhanças e diferenças com os leilões. A semelhança está no valor, que também será abaixo da sua expectativa e do real preço de mercado de seu carro usado. Isso ocorre porque as lojas trabalham com altas margens de lucros sobre as vendas e, portanto, o preço de seu carro será baixo para que eles lucrem ao vende-lo.

A diferença está no tempo de conclusão do negócio, pois provavelmente você irá visitar algumas concessionárias e lojas antes de realizar a venda para que possa avaliar diferentes propostas e, assim, terá consumido um tempo maior ao final do processo.

Compradores avulsos

“Compro seu carro” – Esta é, definitivamente, a maneira mais arriscada para vender seu carro usado. É inseguro lidar com alguém que não conhecemos, que não tem sede fixa ou representa uma empresa consolidada no mercado. Não há garantias de pagamento, respaldo jurídico e suporte em caso de problemas no processo de negociação. Além disso, não há qualquer indício de que são praticados preços justos nesta modalidade de venda.

Venda seu carro – meio particular

venda-seu-carroÉ uma opção melhor do que as anteriores em diversos aspectos, mas tem seu preço: dedicação e experiência. Como assim? Bem, a venda particular exige que o proprietário fique responsável por cada etapa do processo, e quando falamos cada etapa não é um exagero ou força de expressão, é a realidade.

A lista de afazeres é intensa e nem todos estão preparados para colocá-la em prática. É necessário ter algum conhecimento sobre carros e o mercado a fim de saber avaliar o estado do carro e preparar um anúncio atraente e que apresente uma faixa de valor compatível com mercado, modelo do veículo e estado atual do carro.

A partir daí, é necessário decidir como irá fazer a divulgação, optando por classificados online pagos ou gratuitos. Bem, uma vez divulgada a venda, é preciso lidar com os interessados: responder e-mails, ligações, mensagens no WhatsApp e receber possíveis compradores que desejam conhecer pessoalmente o carro.

Se tudo correr bem, o próximo passo é negociar o preço final, caso tenha recebido propostas e contrapropostas, e partir para a concretização para receber o pagamento, registrar a venda em cartório e entregar as chaves ao novo proprietário. É preciso ressaltar que este tipo de venda também pode conter fatores de insegurança, pois não se sabe com quem está lidando e as reais intenções do comprador.

É possível relaxar?

venda seu carroA esta altura você deve estar se perguntando como é possível relaxar em meio a tantas informações? Fique tranquilo, chegou a hora de mostrar que existe uma saída capaz de trazer “paz” mesmo antes de terminar a venda de seu carro usado.

De certa forma, ficou claro que a opção pela venda particular tem vantagens sobre as demais. Mas, e se pudéssemos eliminar os fatores que a tornam complicada e trabalhosa, extraindo do processo a necessidade de ter experiência com mercado de carros usados e a grande dedicação de tempo exigida pela venda?

Pois bem, é possível. Centenas de proprietários já tiveram a “relaxante” experiência de vender seus carros usados com o suporte de uma equipe profissional e especializada no setor, treinada para cuidar de cada etapa da venda até entregar ao proprietário a melhor oferta com a certeza de oferecer um comprador confiável. Ah, tem mais: tudo isso em um espaço de tempo curto. Portanto, relaxe e venda seu carro com este moderno serviço.